Este blog Mudou

Este Blog mudou-se para:

sábado, 24 de junho de 2006

Maya

Estou lendo Maya do Jostein Gaarder, sim... sim... o mesmo autor de o mundo de Sofia, e esse é um livro um tanto mais adulto, mas que mantém o estilo do autor que eu gosto muito. O livro trata da criação do universo. Um biólogo evolucionista está em Fiji analisando as espécies da ilha e mais que isso tentando entender o seu papel no mundo.


Sendo que o ser humano é o único capaz de ter consciência de si mesmo, qual o objetivo desses bilhões de anos de evolução? Acredito que até o momento esta seja a questão central do livro (eu ainda não terminei né! E não vou contar o final não!).


Esse biólogo encontra um casal espanhol muito incomum na ilha, além deste casal há um escritor inglês em busca de inspiração para seu próximo livro, um americano aposentado com grandes histórias envolvendo: de explosões em poços de petróleo à Apollo 13, uma ativista do WWF que adora filosofia hindu e tem um olho verde e outro castanho, e um casal de americanos em lua-de-mel.


O livro vem se mostrando bem interessante com destaque especial para os diálogos (ou seriam monólogos?) do Frank com um o Mr. Gordon um geco (ou lagartixa se preferir chamar assim) que entra em seu chalé durante a noite.

3 comentários:

mult disse...

cara que livro mais sinistro...
soh faltou ele encontrar lah o Joseph Kliver xD

pardal disse...

esse livro deve ser bacana..
um dia ainda vou pra Fiji :)

Anônimo disse...

Se nao for muito incomodo, gostaria q me escrevesse o conceito hindu da palavra maya contido no livro do jostein. meu email eh alana_falcao@hotmail.com,
Brigadãaaao!